De acordo com a teoria, a composição química da atmosfera do Planeta depende dos seres vivos que nela habitam. Sem a presença dos seres fotossintetizantes, o teor de gás carbônico (CO2) seria muito alto, enquanto que nitrogênio (N2) e oxigênio (O2) teriam concentrações baixíssimas. O exemplo da atmosfera mostra que os próprios seres foram capazes de regular o meio ambiente e criar condições ideais de manutenção da vida.

A Hipótese Gaia chama a atenção para as relações existentes entre os seres vivos e o meio ambiente, e principalmente para as relações existentes entre os seres humanos e os demais seres vivos. Ela sugere uma reflexão sobre as atividades humanas e seu impacto negativo no equilíbrio do ecossistema terrestre.

Os sinais do desequilíbrio são visíveis: poluição, extinção de espécies, aquecimento global, seca, extermínio de aldeias… No entanto, assim como alguns direitos e igualdades da sociedade só foram reconhecidos após muitos anos de sofrimento e lutas, vai chegar o momento, embora tardio, em que a sociedade entenderá a importância dos animais, das florestas, dos rios e oceanos.

É preciso repensar o modelo econômico e social vigente e tornar o Planeta novamente saudável para as gerações futuras. É isto que propõe o projeto VIVA GAIA.